Juju Hat ou Chápeu de Lyn

Há centenas de anos as tribos Bamileke criaram os chapéus JUJU ou de Tyn para seus chefes tribais e famílias reais usarem durante as cerimônias, eles são muitas vezes usados junto com uma máscara de elefante, que denota riqueza e poder a seus portadores. A tribo Bamileke era originalmente de uma área ao sul dos Camarões conhecido como Mbam. Hoje a população é de cerca de 8 milhões de pessoas e deslocou-se para a savana ocidental da República dos Camarões. A tribo cultua um deus supremo e seus antepassados e é regida por um chefe da aldeia e apoiada por um conselho de anciãos.

Os chapéus Juju têm grande importância principalmente nas cerimônias funerárias, pois quando um ancião morre, o chapéu é passado para o próximo da fila, para que ele possa herdar a riqueza e a reputação daquele que morreu.

Hoje em dia o chapéu Juju continua sendo usado em Camarões por motivos cerimoniais, mas tornou-se um adorno contemporâneo e colorido para residências, hotéis, bares, restaurantes e todos os tipos de interiores em todo o mundo.

alice buratto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *